Vendas on-line dão fôlego a pequenos negócios

Vendas on-line dão fôlego a pequenos negócios

Apesar do momento de crise, empreendedoras de Brumadinho registram crescimento no faturamento

Neste cenário de pandemia, a venda on-line tem sido o recurso de sobrevivência de muitos comerciantes. Entre os pequenos negócios mineiros que conseguiram aumentar as vendas no período da pandemia – apenas 4,2% do total de empresas pesquisadas no estado –, a maioria (57,7%) afirma ter melhorado os resultados por terem investido nas vendas on-line. É o que mostra a pesquisa O impacto da pandemia do coronavírus nos pequenos negócios.

O levantamento mostra ainda que a maior parte dos pequenos negócios mineiros (59%) vendem on-line, seja por meio de redes sociais, aplicativos ou internet.  Deste percentual, 45% disseram que já vendiam on-line antes da pandemia, mas 14% passaram a vender nessa modalidade depois da crise. O WhatsApp é a principal ferramenta de venda para a maioria dos entrevistados (84,3%), seguido pelo Instagram (55,2%).

Crise exigiu novas estratégias

É o caso da empreendedora Bruna Ester Machado Oliveira. Desde 2017, a empresária tem uma loja de joias, localizada dentro de um supermercado no centro de Brumadinho. Na Miríade Acessórios, Bruna, junto com a mãe, revende semijoias e também fornece cestas de presentes.“Nosso negócio se mostrava promissor e foram muitas as conquistas. Em 2018, enfrentamos a greve dos caminhoneiros e encaramos o desafio de vender mesmo com os supermercados vazios. Pouco depois, veio a tragédia da Vale, no dia 25 de janeiro de 2019. Com o rompimento da barragem, enfrentamos a dura realidade da queda brusca nas vendas e a perda de clientes. Com isso, adquirimos dívidas e instabilidade financeira”, conta.

O ano de 2020 chegou e com ele a pandemia da Covid-19.  A partir de então, as empresárias perceberam que precisavam adotar uma nova estratégia para manter o negócio. Foi quando resolveram buscar orientações para encontrar uma forma de se reinventarem. Bruna fez inscrição para consultorias personalizadas do Sebrae Minas, no município, nas quais descobriu o poder das vendas on-line.

“Depois disso foi só sucesso. Por meio da consultoria personalizada e das estratégias de marketing, estamos conseguindo aumentar as vendas, mesmo em tempos de crise. Em julho deste ano, vendemos a mesma quantidade do Natal, considerada a melhor época de vendas da loja. Além das vendas presenciais, também temos o site www.miriadeacessorios.com.br e as redes sociais. Hoje, sei que com as consultorias e o planejamento foi possível aumentar as vendas. A ideia é não parar. Atualmente, faço consultorias de marketing e finanças do Sebrae”, conta.

Foco nas vendas on-line, mas sem esquecer a loja física

O ano de 2020 tem sido um período de grandes mudanças. Marcilene Manoela Barcelos, empresária e proprietária da loja de sapatos Manuella, sabe bem disso. Com a pandemia, teve que fechar a loja e, então, foi hora de pensar em uma nova estratégia para manter o negócio. Apesar de já trabalhar com as redes sociais, a empresária dedicava pouca atenção à ferramenta.

“Aqui em Brumadinho, houve várias fases de flexibilização. Em alguns momentos, eu podia abrir a loja, mas só poderia atender dois clientes por vez. O que ainda era pouco rentável. Foi então que decidi dedicar tempo ao WhatsApp e Instagram (@lojamanuella), produzindo stories e interagindo com as clientes. Deu tão certo com as vendas on-line que já estou procurando uma funcionária para ficar por conta dessa atividade”, explica.

De acordo com a empresária, as vendas on-line exigem mais tempo do que a loja presencial. Ela manda as fotos, a cliente analisa e tem esse tempo maior de dedicação. Apesar de trabalhoso, comemora o aumento das vendas pelas redes sociais.

“Neste momento, a gente precisa buscar ajuda e ter criatividade para superar os desafios. Em julho, fiz a consultoria de marketing digital no Sebrae, o que me ajudou a valorizar e a ver as possibilidades das redes sociais. Além disso, a gente procura valorizar o atendimento humanizado, para que as pessoas sintam-se mais acolhidas. Buscamos as tendências de mercado e mantemos a loja sempre bem arrumada e pronta para um bom atendimento”, destaca a empresária.

Consultorias continuadas em Brumadinho

O Sebrae Minas e a CDL do município promovem, desde julho, consultorias continuadas com o objetivo de auxiliar os empreendedores a se adequarem à nova realidade do mercado. As consultorias continuadas são destinadas a quem busca repensar seu modelo de negócio, investir em marketing digital, impulsionar as vendas on-line e melhorar sua gestão financeira.

De acordo com a analista do Sebrae Minas Fernanda do Carmo, as consultorias são feitas de forma individualizada e o empreendedor deve ter disponibilidade para encontros semanais ou quinzenais (prazo máximo).

“As atividades iniciaram em julho deste ano. Todos os eventos são realizados de forma 100% on-line. Por isso, o empreendedor que deseja participar necessita ter acesso à internet e desktop, notebook ou celular com câmera e áudio”, destaca.

Conheça as ações desenvolvidas pela Sebrae Minas no município acessando o Portal brumadinho.sebraemg.com.br/.

 

Assessoria de Imprensa | Prefácio Comunicação

Aline Reis – (31) 3292-8660 | (31) 99934-0658

aline@prefacio.com.br

Richard Novaes – (31) 3292 8660 | (31) 98884-0255

richard@prefacio.com.br

 

Nova realidade do mercado exige preparo dos empreendedores

Nova realidade do mercado exige preparo dos empreendedores

Sebrae Minas, em parceria com a CDL de Brumadinho, promove consultorias gratuitas para os pequenos negócios do município se capacitarem durante a pandemia

Brumadinho é um dos municípios mineiros que tem sofrido com os efeitos negativos da pandemia do novo coronavírus. O isolamento social tem exigido dos pequenos negócios criatividade e adequações para sobreviverem a este momento. Por isso, o Sebrae Minas e a CDL do município promovem, a partir do dia 13 de julho, consultorias continuadas com o objetivo de auxiliar os empreendedores a se adequarem à nova realidade de mercado.

As consultorias continuadas são destinadas a quem busca repensar seu modelo de negócio, investir em marketing digital, impulsionar as vendas online e melhorar sua gestão financeira. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas pelo link https://forms.gle/Sz35M6aT6B1HRMvi7

De acordo com a analista do Sebrae Minas Fernanda do Carmo, as capacitações serão feitas de forma individualizada. O empreendedor deve ter disponibilidade para encontros semanais ou quinzenais (prazo máximo).

“As atividades iniciam-se no dia 13/07, com palestra inaugural, apresentação dos pontos fundamentais do trabalho a ser desenvolvido e cronograma de atividades. Todos os eventos serão realizados de forma 100% online. Por isso, o empreendedor que deseja participar necessita ter acesso a internet e desktop, notebook ou celular com câmera e áudio”, destaca.

Pequenos negócios em Brumadinho

Diante do aumento do número de casos da Covid-19 e também da alta quantidade de denúncias de não cumprimento das medidas de segurança contra a proliferação do novo coronavírus, Brumadinho recuou na flexibilização do comércio.

De acordo com o presidente da CDL de Brumadinho, Henrique Mendes, os comerciantes têm buscado as vendas por delivery como uma alternativa neste momento de pandemia.

“Há uma grande necessidade dos comerciantes se reinventarem. Estamos sentindo falta de preparação com as vendas online e com a organização do planejamento financeiro. Os dois temas serão trabalhados nas consultorias continuadas. É tempo de reinventar e buscar estratégias para o controle financeiro para enfrentar as dificuldades deste momento”, afirma.

Criatividade para alavancar os negócios

A 4ª edição da pesquisa O Impacto da Pandemia de Coronavírus nos Pequenos Negócios, do Sebrae, mostrou que mais de um terço (35,5%) dos pequenos negócios mineiros estão com dívidas em atraso. A maioria (64,2%) dos empresários consultados no estado disseram não ter dívidas (35%) ou estar com os empréstimos em dia (29%).

É o caso da empresária Sara Marques, proprietária da loja de moda Talismã. Ela criou malas personalizadas para levar as roupas até as clientes. Segundo ela, essa era uma ideia antiga que estava para ser aplicada, mas, com a pandemia, enxergou nas entregas em domicílio uma oportunidade de aumentar as vendas da loja.

“Percebo, no trabalho desenvolvido com as malas, a importância do atendimento personalizado para a fidelização dos clientes. As peças são escolhidas de acordo com o perfil do cliente e, por isso, as vendas são efetivadas. E com a quarentena, além de levar as malas higienizadas e com os cuidados necessários, também levo um pouco de carinho para esse cliente que tem se mantido isolado”, destaca.

Ela conta que o uso das malas começou no mês de maio, quando o faturamento, comparado ao do ano passado, caiu 10%. Já em junho, os números começaram a melhorar e chegaram quase a bater o mesmo valor alcançado no mesmo mês em 2019. O estoque foi reposto por sete vezes.

“A meta para julho é que as vendas aumentem ainda mais. Tradicionalmente, era um mês em que as pessoas viajavam, e ainda tem a chegada do inverno. Prevejo um aumento das vendas de roupas, principalmente, as peças que trazem conforto, já que muitas pessoas estão trabalhando em homeoffice e até mesmo praticando atividades físicas em casa. A ideia é superar as vendas do ano passado”.

Sara já realizou várias cursos e consultorias no Sebrae e agora tem buscado se aperfeiçoar no uso do Instagram (@loja_talisma) como outra ferramenta para conquistar e fidelizar as clientes.

Estímulo ao empreendedorismo e ao desenvolvimento econômico local

O Sebrae tem buscado alternativas que favoreçam o fortalecimento dos pequenos negócios em Brumadinho, como a disseminação da educação empreendedora, além de outros mecanismos para estimular o desenvolvimento econômico local, principalmente, neste momento de pandemia.

Desde 2010, o Sebrae atua em Brumadinho, quando desenvolveu um trabalho de formação da rede de serviços turísticos com empreendedores das regiões de Casa Branca e Piedade do Paraopeba, hoje formalizada como Associação de Turismo de Brumadinho.

Atualmente, o município conta com as ações quinzenais da Segunda Empreendedora, que já orientou mais de 30 empreendedores. No mês passado, foi lançada a Jornada Empreendedora Semear, destinada a jovens empreendedores. O primeiro encontro contou com cerca de 40 participantes.

Conheça as ações desenvolvidas pela Sebrae Minas no município acessando o Portal brumadinho.sebraemg.com.br/

Serviço: Consultorias continuadas em Brumadinho

Data: início em 13 de julho

Local: os atendimentos serão realizados de forma 100% digital.

Informações e inscrição: https://forms.gle/Sz35M6aT6B1HRMvi7