3ª Semana do Varejo ofereceu capacitações para estimular os empreendedores a aprimorarem a gestão dos negócios

Apresentar novas estratégias de mercado, utilizando ferramentas gerenciais para aumentar o volume de vendas de forma consistente. Com esse objetivo empreendedores e funcionários do setor varejista de Brumadinho participaram de palestras e oficinas nos dias 8, 9 e 10 de outubro, durante a 3ª Semana do Varejo. Marketing digital, merchandising visual e experiência do cliente foram alguns dos temas abordados nas capacitações realizadas pelo Sebrae Minas, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Brumadinho.

“Quando capacitamos o empreendedor, impactamos a economia local. Se essa pessoa é sensibilizada com algumas temáticas que trazemos, ela tem disposição de repensar suas práticas, com o objetivo de garantir a sustentabilidade do negócio, principalmente no cenário que vivemos de constante mudança”, destaca a analista do Sebrae Minas Fernanda do Carmo, responsável pela organização do evento.

A analista foi uma das palestrantes do evento e destacou a importância de o comércio local começar a adotar estratégias de fidelização do cliente. “A empresa que deseja minimizar o impacto da concorrência sobre os seus resultados financeiros precisa pensar em estratégias de fidelização para atuais clientes da marca, uma vez que custa mais caro atrair um novo cliente do que manter um atual. Além disso, o estabelecimento tem que proporcionar uma boa experiência, para que o consumidor também se torne um promotor da marca.”

O centro de Brumadinho possui um comércio movimentado, que apresenta uma série de opções para os consumidores. Andando pelas ruas, é possível encontrar lojas que vendem moda feminina e masculina, acessórios, calçados, móveis, eletrônicos, brinquedos, entre diversos outros produtos. Sara Marques é proprietária de uma loja de roupas da cidade e já participa das atividades do Sebrae Minas há algum tempo. “Fiz alguns cursos do Sebrae e, neste momento que passamos, é mais importante ainda receber apoio para poder reerguer a economia local. Adquirindo conhecimento, conseguimos desenvolver nossos negócios e, quanto mais sabedoria, mais soluções temos para as situações do dia a dia do nosso estabelecimento”, afirma Sara.