Capacitação realizada no distrito de Brumadinho abordou o uso estratégico das redes sociais no mercado digital

Em um cenário de transformação digital, as redes sociais se tornaram um campo competitivo dos negócios, alterando a relação entre marcas e clientes. Pensando nos novos desafios do mercado, o Sebrae Minas ofereceu, no dia 22 de outubro, uma capacitação sobre gestão de redes sociais para 11 empreendedores de Piedade do Paraopeba, distrito de Brumadinho. No encontro, o grupo teve a oportunidade de conhecer ferramentas presentes nas plataformas digitais, criar estratégias e entender as novas necessidades dos consumidores.

Marina Moura, analista do Sebrae Minas, foi quem conduziu a capacitação e ressaltou a importância do marketing nas redes sociais. “Atualmente é quase impossível pensar em um bom plano de marketing sem utilizar os canais digitais. Por isso, é preciso que as empresas entendam que estar presente de forma estratégica nas mídias sociais, e em outros espaços digitais, é fundamental para garantir a competitividade do negócio a médio e longo prazos” diz Marina.

“As pessoas estão cada vez mais conectadas, seja por meio de computadores, tablets, smartphones ou outros equipamentos. Conhecer as ferramentas do marketing digital é imprescindível para a empresa se aproximar do potencial cliente, ampliar o relacionamento, criar mais canais de venda e, assim, atingir melhores resultados,” diz Jacqueline Mendonça, empreendedora da região. O estabelecimento de Jacqueline, a Casa Belbellita, integra o cardápio de experiências turísticas da Encosta da Serra da Moeda, iniciativa apoiada pelo Sebrae Minas que tem como foco o fomento ao turismo em Brumadinho.

A área que compreende o entorno da Serra da Moeda possui diferentes atrativos, como rampa de voo livre, cachoeiras, restaurantes que trabalham com culinária mineira e internacional e pousadas em meio à natureza. Apesar disso, muitas pessoas só passavam por lá para conhecer o Instituto Cultural Inhotim. “O nosso turismo aqui era mais direcionado para atender o público do Inhotim, mas este ano as coisas estão mudando. Com as dificuldades que enfrentamos após o rompimento da barragem da Vale, as pessoas se empenharam em divulgar Brumadinho e percebemos que o turista está realmente procurando a nossa região. Então, é importante que o visitante encontre pessoas preparadas para recebê-lo, senão ele não volta mais,” afirma Tania Caramaschi, que trabalha como professora de um coral de adultos e com atendimento turístico em Piedade do Paraopeba.