Projeto apoiado pelo Sebrae Minas busca fortalecer o turismo de experiência na região de Brumadinho, ampliando o leque de produtos e serviços oferecidos aos visitantes

No dia 4 de dezembro, empreendedores de Casa Branca, em Brumadinho, foram apresentados ao Cardápio de Experiências Turísticas da Encosta da Serra da Moeda. O encontro, realizado no Condomínio Estância da Cachoeira, teve como objetivo estimular a troca de informações e disseminação das boas práticas entre os territórios com potencial turístico em Brumadinho. Na ocasião, os empresários aproveitaram para tirar dúvidas sobre o processo de construção das iniciativas, que conta com o apoio do Sebrae Minas, bem como ouvir os depoimentos dos empreendedores beneficiados pelo projeto.

“A proposta dessa reunião é fazer um raio X do que foi construído na Encosta da Serra da Moeda, para que os empreendedores possam identificar e entender a importância desse trabalho em rede”, destaca o analista do Sebrae Minas Renato Lana. Segundo ele, o Cardápio é uma oportunidade para que o território tenha, de forma estruturada para o mercado, um leque de produtos e serviços turísticos disponíveis aos visitantes que buscam boa gastronomia e natureza em Casa Branca, ou para o público que passa no local para conhecer o Instituto Cultural Inhotim.

Expectativa

A empresária Edwiges Moreira mora há nove anos em Casa Branca e começou seu negócio com um trailer de sanduíche, quando percebeu que não existia empreendimentos que vendiam hamburguer na região. Depois de um tempo, Duda, como é conhecida, expandiu seu negócio e, atualmente, tem duas unidades do Karangos Restaurante.

“Estou com uma expectativa muito positiva em relação ao Cardápio e ao Sebrae Minas. Pode ser um divisor de águas para nós, porque, na verdade, somos mais batalhadores do que empresários e passamos por problemas rotineiros no negócio. E quando temos o apoio da instituição com os cursos que são oferecidos, conseguimos ter um enriquecimento profissional muito grande,” afirma Duda.

Cláudia Vasconcelos, empresária do Açaí Canela de Ema, percebeu como é importante criar uma rede de empreendedores. “Trabalho com açaí e tenho uma loja de presentes e artesanato. Foi muito interessante ver a união do pessoal e entender como um pode ajudar o negócio do outro. Por exemplo, conheço alguém que vende velas, então, posso colocar esse produto na minha loja”, ressalta a empresária.